A Igreja sempre teve grandes bispos ao lado do povo, dos trabalhadores. Por exemplo, o bispo Ireland, no livro “A Igreja e o século”, em 1904, ensinava:

Os grandes teólogos da Igreja, os Tomás de Aquino, os Suárez, fornecem-nos em seus ensinos um programa desta democracia política que toma no presente século a sua forma definitiva. Afirmam eles, e demonstram, que todo o poder político vem de Deus pelo povo, para o bem do qual os príncipes e reis são delegados, e quando os reis se fazem tiranos, tem o povo como recurso o direito inalienável da revolta. A Igreja vive sob todas as formas de governo. Ratificadas pelo povo, todas elas são legítimas; mas o governo que, mais do qualquer outro, é o governo do povo pelo povo e para o povo, é aquele sob o qual a Igreja do povo, a Igreja Católica, encontra melhor ambiente para os seus princípios e para o seu coração”.

Comentários estão fechados.

— Updated: 13/02/2020 — Total visits: 64,941 — Last 24 hours: 26 — On-line: 0
Pular para a barra de ferramentas