155 milhões sem alimentos básicos. Bastaria tributar os bilionários e multimilionários para erradicar a fome.

247 – Ao redor do mundo, 155 milhões de pessoas estão em situação de crise alimentar, ou seja, com dificuldade de acesso a alimentos básicos, aponta relatório que será publicado nesta sexta-feira (9) pela ONG britânica Oxfam. 

Além deste grupo, mais de meio milhão de pessoas vivem “em condições próximas à fome”, um aumento de seis vezes em relação a 2019. 

A Oxfam atribui a fome crescente no mundo ao “coquetel explosivo dos três Cs”: “conflitos, Covid-19 e mudanças climáticas”. 

Das 155 milhões de pessoas em situação de crise alimentar, duas em cada três vivem em um país em conflito. “O desemprego maciço e a grande interrupção da produção de alimentos levaram a um aumento de 40% nos preços globais dos alimentos, o maior em mais de uma década”, acrescenta a ONG. (Com informações do Globo). 

Comentários estão fechados.

Pular para a barra de ferramentas