O livro de Thomas Frank, “Deus no céu e o mercado na terra” (Record, 2004) traz ótima crítica ao neoliberalismo.

O autor chama o neoliberalismo de “populismo de direita”, pois os grandes capitalistas souberam capturar pontos do ideário do populismo de esquerda (o verdadeiro populismo), pela indústria cultural, publicidade, vasto controle pelo grande capital da mídia, controle das faculdades de economia e de administração de empresas etc. O autor elogia o verdadeiro populismo, a linha do New Deal, e ataca o neoliberalismo. 

Ataca os textos de Gilder (“Riqueza e pobreza”), grandes executivos como Jack Welch, Lester Thurow, a revista  “LIFE”, obras como “Todos devem ser ricos” de John Raskob, Reagan, Thatcher, Hayek, Rockefeller, a OMC, Tom Peters, Le Pen, Elton Mayor, o asqueroso William Randolph Hearst, Milton Friedman e outras pragas. 

Elogia Vance Packard, Galbraith e outros. 

 

Comentários estão fechados.

— Updated: 13/02/2020 — Total visits: 64,855 — Last 24 hours: 30 — On-line: 0
Pular para a barra de ferramentas