A ligação entre romantismo, democracia popular e catolicismo também fica patente em Friedrich Schlegel (1772-1829), que se casou com Dorothea, a filha de Moses Mendesssohn.

Schlegel liderou o movimento romântico, em Berlim.

Converteu-se ao catolicismo em 1808 e influenciou parte da Alemanha e da Áustria, atuando ao lado de São Clemente Hofbauer.

Comentários estão fechados.

Pular para a barra de ferramentas