Michelle Bachelet resolve voltar às raízes de esquerda, ampliando ensino público superior gratuito

Tirei do 247. Até que enfim, a esquerda chilena resolve reencontrar suas boas raízes históricas socialistas:

“Enquanto no Brasil o governo Michel Temer chegou a ensaiar a privatização das universidades federais para agradar ao mercado, o governo chileno decidiu aprovar uma reforma do ensino superior que põe fim às universidades privadas e adota um modelo de ensino superior gratuito e universal”.

Com a aprovação no Congresso, consagramos como lei um direito social que nunca deveria estar nas mãos do mercado!”, afirmou a presidente Michelle Bachelet”. 

Comentários estão fechados.

Pular para a barra de ferramentas