Colhi no 247 – “Provavelmente nenhum outra medida econômica teve ou terá tanto impacto sobre a ordem capitalista mundial, nas últimas décadas, como a reforma tributária aprovada ontem pelos EUA, reduzindo os impostos corporativos de 35 para 21% e amenizando a taxação sobre lucros das multinacionais do país no estrangeiro”, diz o jornalista Breno Altman.

Acrescentando – “é a receita para a acelerada espoliação dos países capitalistas periféricos e sua desindustrialização, pois poderá redefinir a divisão internacional de trabalho, acentuando o papel de fornecedores agrícolas e de matérias-primas das nações mais atrasadas”.

Ou seja, os ricos não pagariam praticamente nada de tributos nos EUA e ainda menos na taxação dos lucros das multinacionais, no saque ao terceiro mundo. 

Comentários estão fechados.

Pular para a barra de ferramentas