O Partido Democrata nos EUA está mais para Bernie Sanders, que para Hillary. Graças a Deus

Zoellick, ex- presidente do Banco Mundial, numa entrevista, mostra que o Partido Democrático, nos EUA, ficou mais a esquerda, pois a maior parte do partido queria Bernie Sanders, um socialista democrata.  Ou seja, Hillary só foi escolhida por causa dos superdelegados, uma distorção na Convenção, onde alguns têm mais força, e não pelo voto pessoal. Vejamos o que disse Zoellick – “Ela [Hillary Clinton] representa o establishment no lado democrata. Uma das ironias é que se os democratas não tivessem os chamados superdelegados, ela poderia não ter sido nomeada, ela poderia ter perdido para Bernie Sanders. Portanto, este movimento populista é um fenômeno na esquerda e na direita. Isso irá afetá-la se ela for eleita presidente, porque o Partido Democrata não é mais o partido de 1990, quando seu marido era presidente. Você já pode ver que Elizabeth Warren, Bernie Sanders e outros alertam que já existe uma lista negra de pessoas que você não pode nomear”.

Claro que Bernie Sanders é muito melhor que Hillary. Mas, Hillary é um bilhão de vezes melhor que o asqueroso Trump.

Comentários estão fechados.

Pular para a barra de ferramentas