Georg Kondratiev foi um economista soviético, que criou uma teoria sobre os ciclos longos da economia. Teoria útil para ajudar no planejamento público da economia. Colhi de um estudo, o texto adiante transcrito sobre a tragédia da vida de Kondratiev – “já vinha sendo fortemente criticado dentro do Instituto de Moscou para Pesquisa Conjuntural (Koniunkturny Institut)” (…) após publicar um estudo, em 1928, foi destituído da direção do Instituto. Em 1930, foi preso, acusado de ser o líder de um partido camponês de oposição; e, em 1931, foi condenado a oito anos de prisão na Sibéria. Sua pena foi revista e foi condenado a morte em 1938″.

Os textos de Kondratiev, também atacados por Trotski, são importantes para o planejamento estatal da economia. Vão na mesma linha dos textos de grandes autores como Nicholas Kaldor ou Oscar Lange (1904-1965), tal como Michael Kalecki, Nurkse, Hobson, Keynes e outros grandes trabalhistas e socialistas democráticos. O mesmo para François Perroux. São textos essenciais para uma boa economia mista, que supere o capitalismo. Acredito que Kondratiev, como Chayanov e Bukharin, queriam, no fundo, manter a NEP, um modelo de economia mista, na URSS, que poderia, depois, evoluir para uma boa democracia popular, com economia mista, como acabou ocorrendo, em parte, com a China, o Vietnam, Cuba, a Coréia do Norte etc. 

Comentários estão fechados.

Pular para a barra de ferramentas