Arquivos para : Combate ao racismo. Quotas para tudo

Racistas devem ser presos mesmo

Foi correta a prisão por racismo de um advogado. Vejamos como foi noticiado – “Advogado de 55 anos foi preso em flagrante, no Aeroporto Internacional de Belo Horizonte, sob acusação de praticar um ato racista contra uma funcionária da Azul Linhas Aéreas; após uma discussão no check-in da empresa, ele retirou uma banana de sua mochila e entregou à atendente negra; vítima acionou a Polícia Federal e o passageiro foi preso em flagrante quando já estava dentro do avião, indo para Corumbá, no Mato Grosso do Sul”. 

Muito correto. Eu militei no MNU, na década de 80. O MNU nasceu em 1978. E sempre lutou pela incriminação do racismo, o que foi obtido pela Lei Caó.

O Direito é o conjunto das regras nascidas das exigências (necessidades) da natureza humana

“O Direito está necessariamente fundado, em última instância, sobre a ordem ontológica [a natureza], sua estabilidade, sua imutabilidade. Em toda parte onde os homens e os povos estão agrupados em comunidades jurídicas, não são eles, precisamente, homens, com uma natureza humana substancialmente idêntica? As exigências [necessidades, aspirações, ideias práticas etc ] que decorrem desta natureza são as normas últimas do Direito. Tão diversas como possa ser a formulação dessas exigências em Direito positivo, segundo os tempos e os lugares, segundo o grau de evolução e de cultura, seu núcleo central, porque exprime a ‘natureza’, é sempre o mesmo” (Pio XII, Alocução para o VI Congresso Internacional de Direito Penal, 3-10-53, “Discorsi e Radiomessaggi”, voI. XV, p. 348).

As boas Regras de McGovern

McGovern foi o candidato dos Democratas ao cargo de Presidente, em 1972. Tinha uma plataforma de esquerda, parecida com a de Sanders, em 2016.

Nos EUA, em 1972, o Partido Democrático (ligado historicamente à Igreja, aos negros e aos judeus, tal como aos advogados) adotou a proposta de quotas fixas para negros, mulheres e jovens, como princípio básico de organização social. Isso foi feito para ajudar as pessoas mais pobres. Dando continuidade aos esforços de Franklin Delano Roosevelt, dos Kennedy e do Partido Democrático, nas décadas de 40 a 60. Boa ideia. Um bom programa da esquerda sempre deve adotar quotas, como fizeram os governos de Lula e de Dilma.

Pular para a barra de ferramentas