Arquivos para : Carros elétricos, ótima ideia

Energia elétrica deve ser estatal e popular, para haver prosperidade geral

Colhi o texto abaixo do jornal “O Poder popular”, n. 25, de outubro de 2017, sobre a iniquidade da privatização da energia elétrica:

“Energia e recursos naturais. A Eletrobrás é responsável por 32% da capacidade instalada de geração de energia e 47% das linhas de transmissão, segundo artigo da jornalista Rita Dias no ‘Brasil Debate’. Sua privatização representará a perda de controle popular e público sobre a energia elétrica no país”.

“A Eletrobrás é uma empresa altamente lucrativa, com lucro de R$ 1,7 bilhão no primeiro semestre deste ano e de R$ 3,4 bilhões em 2016. Teve um período difícil entre 2012 e 2015, mas seu histórico neste século é de lucro anual médio de R$ 2 bilhões. O valor real da empresa seria da ordem de R$ 400 bilhões, 20 vezes superior ao divulgado pelo governo…”

“No caminho oposto, França, Canadá, EUA, Noruega, Suécia, Dinamarca, Espanha, China, Japão, entre outros, mantêm fortes empresas estatais nas áreas de geração e distribuição de energia”.

Minha conclusão: na Europa e até nos EUA, boa parte da produção de energia é ESTATAL, como já defendia Alceu Amoroso Lima, desde 1932 ou antes. E aqui, os neoliberais querem regredir aos tempos da Light e da GM. 

 

Dowbor elogia o sistema Autolib, em Paris, carros elétricos baratos, públicos

Colhi no site Dowbor.org, um dos melhores, que aconselho – “O Autolib disponibiliza carros elétricos em Paris da mesma forma como as bicicletas públicas. Você não precisa ter ou alugar um carro. Pega os que estão parados em numerosos locais da cidade, coloca um cartão (diário ou anual) na luzinha que se vê na foto, desconecta o cabo e viaja. Autonomia de 250 km, serviço disponível em 55 municípios dos arredores de Paris também, em sistema unificado. O GPS indica locais onde você pode deixar o carro, um aplicativo no celular indica onde encontrar, e se tiver pane ou dificuldade ha um comunicador interno para falar com a central. Para detalhes, basta colocar Autolib no Google. Além de evitar poluição atmosférica e sonora, o carro tende a ser utilizado o dia inteiro por diversos usuários, não é capital parado. E é bem barato, sobretudo para quem tem o cartão anual. Quem tem carro elétrico particular pode também usar a tomada (na foto) que estiver livre para recarregar a bateria, preparando a generalização do carro elétrico. (L.Dowbor)”. 

 

 

Trens, bondes, metros, navios e carros elétricos são essenciais

O Brasil precisa de trens, bondes, metros, VLT, navios e carros elétricos como mostra o livro “Veículos elétricos”, de Celso Bottura e Gilmar Barreto (Ed. Unicamp, 1989).

Há a mesma ideia no filme “Quem matou o carro elétrico”, de Chris Paine.

Eliminar os carros a gasolina é eliminar boa parte da poluição. O correto é haver apenas carros elétricos com motores a pilha de lítio (ou coisa melhor) e também a biodiesel, carros mistos (inclusive a álcool). Se for possível carregar os carros usando luz solar e outros meios, melhor ainda. 

— Updated: 20/10/2018 — Total visits: 38,638 — Last 24 hours: 65 — On-line: 0
Pular para a barra de ferramentas