Arquivos para : Burrices de neoliberais. Em geral, dizem tolices, erros e mentiras.

Senadora Ana Amelia PP RS confunde Al Jazeera com Exército Islâmico. Exército Islâmico são mercenários inspirados pela CIA, nada tendo com Al Jazeera, rede de TV humanista árabe

“Ao criticar uma entrevista da presidente do PT, Gleisi Hoffmann (PR), à TV Al Jazeera, a senadora Ana Amélia (PP-RS) disse esperar “que essa exortação não tenha sido para convocar o Exército Islâmico a vir ao Brasil proteger o PT!”;

Gleisi respondeu: “A senadora que incentivou a violência contra a caravana do Lula no Sul do país, mandando erguer o relho, agora externa seu preconceito e xenofobia com os árabes, ao me criticar por ter falado com a TV Al Jazeera. Entrevistas que dei com mesmo conteúdo a BBC, RTP, EFE não a incomodaram”; assista ao discurso de Gleisi no Senado sobre o caso”. 

Este erro burro foi bem apontado por Marcelo Zero, vejamos embaixo:

“Por Marcelo Zero, em seu Facebook – A respeito das incrivelmente estúpidas “acusações” contra Gleisi Hoffmann, por ter dado uma entrevista à Al Jazeera, aqui vão algumas informações básicas:

1- A Al Jazeera é a maior emissora do mundo árabe e tem sede em Doha, Catar, país bastante conservador. É conhecida por ser um espaço de comunicação democrática no mundo árabe.

2- Sob Lula, o Brasil aprofundou suas relações com o mundo árabe e o Oriente Médio, com ganhos comerciais e diplomáticos expressivos para nosso país.

3- Ao contrário do que as cabeças ignaras podem supor, o mundo árabe é bastante diverso, tanto em termos religiosos quanto políticos. Há países muitos conservadores e aliados dos EUA, como a Arábia Saudita, por exemplo, e países que tem uma política externa independente ou conflitante com a da maior potência do planeta. Há também países sunitas e países xiitas. Há também cristãos, no mundo árabe.

4- O Brasil, sob os governos do PT, procurou, pragmaticamente, manter boas relações com todos eles, pois é do interesse nacional do nosso país que assim seja.

5- Nosso país tem muita afinidade com o mundo árabe e recebeu, especialmente no início do século XX, um grande contingente de imigrantes árabes que deram inestimável contribuição à nossa formação social e cultural.

6- No que tange à questão palestina, o Brasil é um defensor histórico de um Estado palestino soberano, viável e territorialmente coeso, tal como recomenda a Resolução da Assembleia Geral das Nações Unidas 181, de 1947.

7- Muito ao contrário do que as mentes distorcidas e xenófobas podem supor, árabe e muçulmano não são sinônimos de radicais e terroristas. A imensa maioria da população árabe e da população muçulmana é pacífica e ordeira.

8- A presidenta Gleisi, como fez com todas as outras emissoras do mundo, apenas denunciou a prisão política de Lula e mencionou a solidariedade internacional para com o único presidente do Brasil que realmente alcançou envergadura mundial. Tal solidariedade não se restringe ao mundo árabe, mas também se verifica na África, nas Américas, na Europa, na Ásia etc.

9- Os ignorantes talvez não saibam, mas o presidente Lula goza de grande prestígio internacional, de modo que há grande interesse, por parte das emissoras do mundo, no seu caso.

10- O movimento de solidariedade mundial ao presidente Lula cresce a cada dia e a entrevista à Al Jazeera se insere dentro dessa tendência internacional.

11- A reação preconceituosa e beócia à entrevista da presidenta Gleisi reflete profunda ignorância histórica, diplomática e política e revela mentalidade xenófoba e autoritária, típica de quem não aceita diferenças étnicas, culturais e religiosas. Aqui dentro e lá fora”.

 

— Updated: 21/05/2018 — Total visits: 27,426 — Last 24 hours: 70 — On-line: 0
Pular para a barra de ferramentas