Arquivos para : A MISÉRIA é um CATIVEIRO, é ESCRAVIDÃO, OPRESSÃO, REIFICAÇÃO, uma situação inumana, desumana, não natural

A miséria é uma condição escandalosa, que ofende a Deus e destrói as pessoas. Deus quer o fim da miséria, a erradicação da miséria

A miséria é o cativeiro, é a alienação, a reificação, a degradação, a redução da pessoa a mero objeto, a um pedaço de matéria sem consciência.

É um cativeiro que reifica (coisifica) e destrói a vida do povo, corrompendo o corpo e a consciência das pessoas.

A miséria deve ser erradicada, pois é uma forma cruel de escravidão, de escravidão, de degradação. Algo desumano, inumano, degradação, uma situação e condição que é ESCANDALOSA, que ofende a Deus, que leva ao ateísmo, aos crimes, que degrada as pessoas. 

A miséria é um cativeiro, uma forma de escravidão, como foi explicado pelo Vaticano.

O conjunto dos algozes dos miseráveis é chamado historicamente de oligarquia, termo usado por Platão, Aristóteles, Políbio e pelos estóicos, tal como pelos Santos Padres.

A oligarquia é formada pelos latifundiários, os grandes capitalistas que detêm oligopólios (trustes e cartéis), as multinacionais e os milionários e bilionários.

Para erradicar a miséria é preciso retirar o supérfluo da oligarquia, erradicar a oligarquia, como tal, não as pessoas concretas dela, e sim o excesso de poder econômico e político que detêm. Os ultra ricos e ricos, sem o supérfluo, podem salvar suas almas, voltarem a amar o trabalho pessoal, ganharem a vida com o suor de seus rostos, colherem o que plantam, não o que os outros plantam. 

— Updated: 20/10/2018 — Total visits: 38,639 — Last 24 hours: 66 — On-line: 1
Pular para a barra de ferramentas