José Bové, líder camponês francês, tem as mesmas ideias da Via Campesina, que é a organização internacional dos camponeses, ligada a igreja.

O MST, no Brasil, é apenas a Via Campesina, aqui, uma sucursal da Via. 

A Via defende o apoio estatal aos camponeses (planificação participativa), cooperativismo etc. Defende toda forma de apoio estatal (subsídios, protecionismo) à agricultura, para assegurar a “segurança alimentar permanente e universal”, cf. expressão de João Paulo II.

Na Europa há estes subsídios. Devem ser aperfeiçoados, para ficarem restritos aos pequenos e médios produtores rurais.

E devem ser criados no Brasil.

No fundo, esta é a mesma linha do padre Mably e de autores como Necker, em suas críticas contra os liberais, os fisiocratas e os livres cambistas (ideólogos do imperialismo econômico).

Comentários estão fechados.

— Updated: 16/11/2018 — Total visits: 40,905 — Last 24 hours: 55 — On-line: 0
Pular para a barra de ferramentas