A Igreja luta por um extenso Estado social, planificador, regulamentador, dirigista, que ajude os trabalhadores

Milhares de autores católicos adotaram, como bons católicos, as linhas gerais de uma democracia verdadeira, popular, social e participativa, Frente Popular, em consonância com os textos dos bispos do mundo todo.

Esta proposição pode ser demonstrada (provada) com ampla prova documental. Além de milhares de autores que cito neste blog, basta considerar os textos de autores como: Alceu, os melhores textos de Franco Montoro, Edgar de Godói da Mata Machado, Osvaldo Lima Filho, Santiago Dantas, Gabriel de Rezende Passos (1901-1962, autor de “Direito e liberdade”), Paulo de Tarso, Lebret, padre Gabriel Galache (dirigiu por vários anos a Editora Loyola), o padre Ducatillon (elogiado por Prestes, no Senado, em 11.11.1946), Frei Gestel, Guido Gonella, Pierre Bigo, Jean-Yves Calvez (n. 1927, Assistente Geral do padre Arrupe, de 1970 a 1981), Colin Clark, Jacques Leclercq e Gilbert Keith Chesterton (1874-1936).

O padre Ducatillon também ilustra bem o ideal cristão de uma democracia popular.

O padre Ducatillon proferiu bons discursos no Brasil (cf. “Correio da Manhã”, 21.10.1944), sendo elogiado inclusive por Luís Carlos Prestes.

O ideal de uma democracia popular também foi a linha de um bom escritor, como Giovanni Guareschi (1908-1968), em bons livros engraçados e sérios, como “Dom Camilo e o seu pequeno mundo” e “O regresso de Dom Camilo”. Guareschi criou os personagens Dom Camilo e seu amigo, o comunista Peppone (prefeito da cidade), que lutaram juntos contra os fascistas. Guareschi também escreveu no semanário “Il Borghese”, com sátiras, ilustradas por seus desenhos de caricatura, contra os políticos corruptos.

Na “Solicitudo”, João Paulo II destacou a síntese da doutrina social da Igreja, o documento “Gaudium et Spes”, do Vaticano II, na linha de Leão XIII e João XXIII. Em todos estes textos, há a luta por um extenso Estado social, planificador, intervencionista, regulamentador, dirigista, que ajude e proteja os trabalhadores, os pobres. 

Comentários estão fechados.

— Updated: 23/04/2018 — Total visits: 25,710 — Last 24 hours: 65 — On-line: 1
Pular para a barra de ferramentas