Igreja luta por uma Democracia econômica, social, política, civil, cultural, popular

O Estado legítimo é o que assegura e realiza os direitos humanos naturais, especialmente os direitos econômicos, sociais e culturais.

Este ponto consta no artigo 22 da “Declaração Universal dos direitos do homem” (aceita por quase todos os países e tendo a chancela de João XXIII, na “Pacem in terris”).

João XXIII, na “Pacem in terris”, explicitou o ensinamento jusnaturalista de São Paulo sobre o poder constituído:

Toda pessoa, enquanto membro da sociedade, tem direito [natural] à segurança social, podendo aspirar a obter a satisfação dos direitos econômicos, sociais e culturais indispensáveis a sua dignidade e ao livre desenvolvimento de sua personalidade, graças ao esforço nacional e à cooperação internacional, tendo-se em conta a organização e os recursos de cada país”.

Comentários estão fechados.

— Updated: 13/02/2020 — Total visits: 64,852 — Last 24 hours: 28 — On-line: 0
Pular para a barra de ferramentas